quinta-feira, setembro 25, 2003

Dana II
Obrigada a todos se preocuparam com a Dana. Em especial para a Carol, que acendeu uma velinha para a velhinha.

Dana
A Dana recebeu alta nessa segunda... voltou meio grogue de lá e ficou quietinha no meu colo até chegarmos em casa. Logo que saímos do elevador já ficou um pouco agitada, pois começou a reconhecer o local... entramos no apartamento e nao quis ficar mais um segundo no meu colo. Fez vistoria por todos os cantos do apartamento, comeu muito, bebeu pouca água e foi dormir. Ontem já se arriscou a dar voltinhas pelo apê... enfim, ainda nao está 100%, mas já se recuperou muito bem.

domingo, setembro 21, 2003

Dana e a UTI
Essa manha, acordei assustada com alguns gritos vindos da cozinha. Encontrei a Dana, estirada no tapetinho, tendo algumas convulsoes e gritando de dor. Fomos ao veterinário e o diagnóstico foi que a Dana ingeriu uma certa quantidade de veneno ou se alimentou de algo que a intoxicou. Acho estranho, pois após interna-la, vasculhei o apartamento e procurei por algum vestígio de produto químico, lixo revirado e até mesmo ralos destampados... nada de anormal. O médico disse que uma das hipóteses é que ela possa ter comido algum inseto contaminado por inseticida... o que eu também acho diícil, pois a Dana é extremamente chata com qualquer tipo de comida, exceto, é claro, pelos dedoes alheios...
Pois bem, nesse momento ela encontra-se internada, em observaçao, na "UTI" do Pet Center da Marginal... onde está sendo muito bem tratada, diga-se de passagem...
Só havia esquecido de avisar ao médico que a Dana é extremamente anti-social e essa noite, quando voltamos para ver como ela estava, o doutor nos mostrou vários furinhos na mao... frutos das dentadas a dedos desavisados...
Estou brincando agora, mas a dor no coraçao, os acessos de choro e desespero foram muitos... se Deus quiser, vai dar tudo certo e minha menina volta logo pra casa...


Um momento da Dana, num clique feito por minha irma